domingo, 29 de agosto de 2010

Saga Anual??Porquê,Para Quê ou Para Quem?


As nossas Serras são todos os anos umas vítimas incêndiárias.
Elas todos os anos são repetidamente fustigadas com violentos incêndios, que são causados quase na sua totalidade por mão criminosa.
É uma perda enorme cada ano que passa haver cada vez menos árvores neste Portugal, tudo arde de uma maneira incontrolável que até faz medo, aquando somos confrontados através dos media com notícias tão penosas e dolorosas a respeito dos incêndios, os quais ultimamente têm feito enormes estragos. Pois eles varrem por todo o lado, consumindo hectares atrás de hectares de floresta, levando consigo, animais, casas, tudo aquilo que lhes aparece pela frente.
Os bombeiros quando são chamados a intervir, pensam logo que aquilo já vai ser mais um novo inferno para eles, uma vez que enquanto eles tentam apagar o fogo de um lado, do outro lado anda a mão criminosa a atear mais fogos.
Isto tem muito de prejudicial, quer a nível ambiental, quer a nível financeiro para o Mundo.
A nível ambiental é um desastre, por causa do buraco e camada do ozono que vai aumentando, e também se vai perdendo espaços verdes e frescos, o que pode vir a trazer consequências ainda mais graves do que aquelas com que vivemos na actualidade, devido ao aquecimento global do planeta, e com os glaciares a derreterem, sofremos com o aumento dos níveis das águas.
É também muito grave a nível financeiro, dado que cada árvore para chegar ao seu estado adulto, necessita de diversos gastos. Por outro lado, ao nível económico pode-se dizer ainda que isso só é benéfico para alguns empresários da área.
Voltando a frisar, é muito triste esta calamidade, e tem-se vindo a propagar de ano para ano com uma força exorbitante, e as pessoas que ficam sem as suas coisas, como é?
Que podemos fazer para acabar com esta criminalidade.
Acredito que responsalizando o proprietário,exigindo ás autarquias maior controlo e punindo de uma forma justa e merecida todo o incêndiario,poderemos combater tamanha crueldade sobre a mãe natureza.

1 comentário:

  1. Há sempre quem lucre com o inforturio de alguem.

    ResponderEliminar